quinta-feira, 17 de fevereiro de 2011

IX ENANPEGE - 09 a 12 de Outubro


A PESQUISA E A PRODUÇÃO GEOGRÁFICAS: o pulsar no tempo e no espaço
 
            “Para que serve a Geografia”? Décadas se passaram desde que Yves Lacoste revelou suas inquietações sobre a Geografia e o uso que se fazia dela.  Cada vez mais a busca para obter respostas satisfatórias permanece, na medida em que, as complexas tramas, enredadas no ato de produzir espaços são ampliadas e revestidas de outras preocupações ao que, nós geógrafos, produzimos.
            Vive-se uma encruzilhada de tempos no processo permanente de produção dos espaços da vida, conformando estórias e histórias que permitem tempos de intensa procura para compreendermos mais e melhor as relações sociais a partir dos instrumentos que nos oferece a Geografia e as demais ciências. Questionamos a possibilidade de interpretar as dinâmicas das sociedades contemporâneas, bem como, apontar alternativas para assegurar sociedades sustentáveis.
            A história da Geografia está diretamente associada ao contexto socioeconômico e político-cultural, ou seja, se constitui como parte das tensões intelectuais do mundo contemporâneo e, precisamente, conforme as demandas impostas pelo século XXI. Dessa forma, temos Geografias plurais características das transformações no campo filosófico, científico e tecnológico e seus conhecimentos desvelam-se nas pesquisas e na produção geográfica.
            A Geografia brasileira apresenta vigor e vitalidade nunca vistos, mediante a crescente ampliação dos programas de pós-graduação, criação de novas universidades públicas e cursos de graduação, reconhecimento de grande parcela da sociedade brasileira pelas atividades desempenhadas pelos profissionais de Geografia no ensino, na pesquisa e na extensão.
Nessa busca incessante pelo conhecimento, refletimos, dialogamos, discordamos, aprimoramos e seguimos fazendo Geografia, uma ciência dinâmica, viva, com sentidos e práticas diversas, expressando a riqueza dos geógrafos e geógrafas brasileiras.
            Ao apresentar o tema “A pesquisa e a produção geográficas: o pulsar no tempo e no espaço” para o IX ENANPEGE, convidamos a Comunidade Científica e a sociedade em geral para uma reflexão sobre o pensar e o fazer geográficos. É, também, um convite para olharmos para nós mesmos, e nos reconhecermos como produtores de uma ciência de compreensão e interpretação do espaço social cujo devir construímos é no presente. 

09 a 12 de outubro
Goiana/GO

Nenhum comentário:

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...